Compartilhe isso:

Acontece neste sábado (27), o aulão público do projeto “Arte Por Toda Parte Fronteira”. A programação será às 16h, na praça principal da Fronteira, próxima ao Colégio Municipal Samuel Brust e é aberta ao público, em especial para professores e estudantes do projeto. Serão apresentadas  as atividades de balé, jazz, baby class, tiro com arco, badminton, corfebol, Jiu-Jitsu, danças urbanas e capoeira, que envolvem 340 participantes.

Antes das apresentações haverá aquecimento e informações sobre o desenvolvimento das atividades que acontecem no contraturno das aulas.   O objetivo é promover a integração e destacar a oportunidade de conhecerem as ações ministradas no projeto, como práticas culturais, esportivas e artísticas.

O projeto “Arte Por Toda Parte Fronteira” conta com a atuação de 15 professores concursados. A proposta é contribuir para que os alunos desenvolvam as atividades e não fiquem na ociosidade. Muitas mães e responsáveis também fazem parte de atividades como fitdance e ginástica para mulheres, que ocorrem no turno da noite.


De acordo com o Secretário de Cultura, Leandro Mussi, o projeto visa inserir todo tipo de arte e cultura no dia a dia das crianças, do jovem e do adulto morador da Fronteira, incentivando também o esporte. “O aulão será de suma importância para o projeto e reforça a democratização da cultura e realmente destaca a arte por toda parte. As aulas potencializam a criatividade e contribuem com o conhecimento, vivência, formação pessoal e até profissional dos alunos, sempre encorajados a estudar e cumprir as atividades escolares”, pontuou Mussi.

O coordenador do Polo Fronteira, Leandro Riscado, lembra que as aulas são oferecidas mediante possibilidade de vagas e que o projeto é um sucesso. “Contamos com alunos e profissionais muito dedicados, e ainda temos o apoio dos familiares dos estudantes. Isso é maravilhoso. Nosso Arraiá, por exemplo, foi um sucesso, e com certeza o aulão será muito significativo”, ressaltou.

As próximas atividades previstas são a programação do Dia da Consciência Negra com capoeira e feijoada, em novembro, e apresentação artística no fim do ano com espetáculo de dança dos integrantes.

O projeto funciona na Rua Manuel Marques Monteiro, 724, na Fronteir

You may also like

More in O Que Fazer

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.