Compartilhe isso:

Mar, música e boa gastronomia têm encontro marcado na véspera do próximo feriado em Macaé. O projeto ‘Circuito Sinfônico da Independência‘ da Orquestra de Sopros Banda Sinfônica Nova Aurora estará no ’11° Festival Macaé Cultura e Gastronomia’, que acontece dia 6 de setembro (terça-feira), às 20hs, no Polo Gastronômico de Macaé, na Praia dos Cavaleiros

O projeto “Circuito Sinfônico da Independência” foi um dos primeiros colocados entre as propostas oriundas de municípios da Região Norte Fluminense no Edital Retomada Cultural II do Governo do Estado do Rio de Janeiro. Além do apoio institucional do governo estadual, o projeto recebe suporte das prefeituras dos municípios por onde passa. 

“Inscrevemos o projeto ‘Circuito Sinfônico da Independência’ em decorrência do bicentenário da independência do Brasil. Aqui em Macaé, a prefeitura disponibiliza o palco, o som e a iluminação. Em seguida, levaremos o concerto para a Concha Acústica de Rio das Ostras, no dia 7 de setembro, às 18hs, e ainda para a Rua Coberta em Conceição de Macabu, no dia 10, às 19hs”, disse o diretor Artístico Sociedade Musical Nova Aurora e maestro titular, Hélio Rodrigues.  

Os hinos Nacional Brasileiro, de Francisco Manoel da Silva e Osório Duque Estrada, e da Independência do Brasil, de D. Pedro I e Evaristo da Veiga, abrirão o concerto, que terá convidados especiais.  Os tenores Jesse Bueno e Ricardo Gaio cantarão o ‘III ato da Ópera Turandot – Nessun Dorma’, de Giacomo Puccini, e o soprano, Mariana Gomes, ‘The Ecstasy Of Gold’, de Ennio Morricone.  ‘How Can I Go On’, de Fredie Mercury, será interpretada pelos três solistas integrantes do Coro do Theatro Municipal do Rio de Janeiro.  

O espetáculo conta também com Fábio Guma Henriques e Tobias Maciel, que interpretarão Alceu Valença, e Eduardo Bruno, no sax soprano, em ‘Feira de Mangaio’, de Sivuca e Glorinha Gadelha. O programa terá também ‘Sinatra In Concert (New York, My Way)’, de Frank Sinatra; ‘Santana A Portrait’, ‘Suite Benny Goodman’, ‘África’, de David Paich e Jeff Porcaro, e ‘Maria, Maria’, de Milton Nascimento.  

A Sociedade Musical Nova Aurora comemorará seus 150 anos no próximo ano. A sinfônica atualmente é formada por 62 músicos profissionais e amadores que, em sua maioria, receberam formação musical na instituição. A orquestra é composta por flauta, flautim, oboé, clarineta, clarineta contrabaixo, clarineta baixo, saxofone alto, tenor e barítono. E ainda trompetes, trompas, trombones tenores, trombones baixos, tubas e bombardino, bateria, tumbadora, triângulo, xilofone, vibrafone, multifone, quarteto de tímpanos e gongo chinês

O diretor artístico da Nova Aurora e maestro titular, Hélio Rodrigues, é trombonista e licenciado e pós-graduado em Educação Musical e Ensino de Artes pela Universidade Cândido Mendes-RJ. O maestro está há 17 anos à frente da orquestra. Como trombonista, atuou na Orquestra Sinfônica de Campos dos Goytacazes e, como músico convidado, na Orquestra Sinfônica Jovem da Petrobras, na Orquestra do Teatro Municipal do Rio de Janeiro, na Orquestra Sinfônica Brasileira, na Orquestra Sinfônica Nacional da Universidade Federal Fluminense e na Orquestra Sinfônica Bachiana Filarmônica do Sesi de São Paulo.  

You may also like

More in Eventos

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.