Projeto Lugares de Memória leva alunos da rede pública de ensino para visita guiada ao Forte Marechal Hermes. Macaé/RJ.
Compartilhe isso:

Você já ouviu falar no túnel que liga o Forte Marechal Hermes à Igreja dos Jesuítas da Fazenda do Santana? E os canhões ingleses? Lendas, histórias e um cenário repleto de belezas naturais e arquitetônicas aguçaram a curiosidade das crianças nesta quarta-feira (3), no retorno do projeto `Lugares de Memória´, do Solar dos Mellos – Museu da Cidade de Macaé. A proposta é trabalhar a Educação Patrimonial em busca de um processo ativo de conhecimento, apropriação e valorização da herança cultural. A agenda para marcação das visitas está aberta e a participação é gratuita.

A iniciativa reuniu 20 alunos do 5º ano da Escola Municipal Lions, em uma visita ao Forte Marechal Hermes. Encantado com os canhões e soldados, o pequeno Luiz Henrique Figueiredo (10) expressou alegria e felicidade durante a visita. “Foi muito legal. O que mais me deixou feliz foi poder conversar com o soldado e conhecer um pouco sobre o trabalho dele”, destacou o pequeno.  Já Suzany Batista (11), ficou impressionada com a história da Santa Bárbara – Padroeira dos artilheiros.

O ‘Lugares de Memória’, criado em 2014 e interrompido durante o período crítico da pandemia de Covid-19, volta oferecendo dois roteiros: o Forte Marechal Hermes, na Imbetiba, e a Igreja dos Jesuítas da Fazenda do Santana, no Morro de Santana, realizados em datas distintas.

“O Solar dos Mellos realiza programas que ressaltam a importância da educação patrimonial, pois se trata de um processo permanente e sistemático de trabalho educacional centrado no Patrimônio Cultural como fonte primária de conhecimento e enriquecimento individual e coletivo”, ressaltou o Secretário de Cultura, Leandro Mussi.

A marcação deve ser feita para grupos de no mínimo 10 – e no máximo 30 pessoas – pelo telefone (22) 2759-5049 ou através do e-mail: msolardosmellos@gmail.com. O Solar dos Mellos enviará ao solicitante um e-mail de confirmação de agendamento junto com a ficha de inscrição e as orientações pertinentes a cada roteiro. O museu não disponibiliza o veículo de transporte ao passeio. O Museu oferece guia capacitado com parceria com o CIETH (Escola de turismo).

You may also like

More in Notícias

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.