UFF- Macaé atende quem precisa declarar o Imposto de Renda

Desde o dia 19 de março , a Universidade Federal Fluminense (UFF) passou a atender diariamente, de segunda-feira a sábado, os contribuintes que precisam declarar o Imposto de Renda exercício 2017. O atendimento acontece, das 14h às 18h, no Núcleo de Apoio Contábil e Fiscal (NAF), no terceiro andar do prédio administrativo da Secretaria Adjunta de Ensino Superior (ex-Funemac), na Cidade Universitária, à Rua Aloísio da Silva Gomes, 50, Bairro Granja dos Cavaleiros, em frente ao Shopping Plaza Macaé.

O projeto social é feito por alunos voluntários com supervisão de professores do curso de Ciências Contábeis que ajudam, gratuitamente, a população a preencher e a transmitir a sua declaração e também tiram as dúvidas. O atendimento é feito também aos sábados: em março, no sábado dia 24; e em abril, dias 7, 14 e 28. Não haverá atendimento nos dias de feriados (30 e 31 de março; 21 e 23 de abril) e nos recessos (29 de março e 30 de abril).

Aos sábados, o projeto atende das 9h às 16h, e, de segunda a sexta-feira, das 14h às 18h. O prazo final para enviar a declaração é 30 de abril, mas, como é recesso nesse dia na UFF, os contribuintes poderão utilizar o serviço oferecido pela universidade até 27 de abril (sexta-feira).

Responsável pelo projeto e coordenador do curso, o professor Dário Bezerra explica que só podem ser atendidos no projeto os contribuintes vulneráveis economicamente.

– É importante lembrar que o contribuinte que deixa de entregar a declaração no prazo pode ter restrições em seu CPF (Cadastro da Pessoa Física) junto à Receita Federal, além de ter de pagar multa -, orientou o professor. Ele acrescentou que o momento é importante para a população que ganha o serviço e também para os alunos que realizam na prática o que aprendem em sala de aula.

Tem de declarar este ano toda pessoa que teve rendimento tributável superior a 28.559,70 ao longo do ano de 2017. Não é necessário agendar o atendimento, basta ir direito ao NAF levando os documentos necessários.

Bezerra informou que a documentação que os contribuintes devem apresentar para fazer a declaração é a seguinte: cópia da declaração do ano anterior (se houver), comprovante de rendimentos anual, informes dos dependentes (nome, CPF, data de nascimento), comprovante de pagamento de despesas (médicas, odontológicas, escolar e outras). Quem declarar pela primeira vez este ano deve levar também os documentos pessoais: carteira de identidade (RG), CPF, título de eleitor e comprovante de residência. Os documentos devem estar salvos em pen-drive, que precisa ser levado no dia do atendimento.

A declaração do imposto de renda é obrigatória, caso o trabalhador se enquadre nas regras de contribuição da Receita Federal.

Quem precisa declarar o Imposto de Renda este ano:

Contribuintes que receberam, no ano de 2017, rendimentos tributáveis que totalizaram mais de R$ 28.559,70, ou seja, trabalhadores, aposentados ou pensionistas com renda mensal com valor de mais de R$ 1.903,98 mensal;

Contribuintes que tiveram rendimentos não-tributáveis acima de R$ 40.000,00. Rendimentos não tributáveis são aqueles que não geram nem lucro, nem valor líquido, sendo assim não precisa pagar imposto;

Para os trabalhadores do campo é obrigatório fazer a declaração do imposto de renda caso o rendimento anual bruto de renda rural seja acima de R$ 128.308,50;

Contribuintes que investiram qualquer valor em bolsas de valores, mercado de capitais ou similares;

Contribuintes com imóvel ou terrenos em suas posses, com valor superior a R$ 300 mil;

Trabalhadores que optarem pela isenção de imposto de renda sobre o valor da venda de imóveis, desde que esse seja usado para a compra de outro imóvel em território nacional no prazo de 180 dias. (Fonte: Receita Federal – impostoderenda.net).

Comentários

comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *