Passaredo Linhas Aéreas anuncia voos do aeroporto de Macaé para Congonhas

Pelo menos dois voos comerciais diários sairão da Capital Nacional do Petróleo com destino à capital paulista

A Passaredo Linhas Aéreas, em conjunto com a MAP Linhas Aéreas, o Governo de São Paulo e a Secretaria Estadual de Turismo anunciaram, a nova malha aérea que será operada no aeroporto de Congonhas, a partir de 27 de outubro. Os voos contemplam as cidades paulistas de Ribeirão Preto, Bauru, Marília, Araçatuba e ainda Dourados (MS), Uberaba (MS) e Macaé (RJ).

O ingresso das companhias Passaredo e MAP no mais cobiçado e rentável aeroporto do Brasil marca um novo momento do grupo, de consolidação e crescimento. “A definição da nossa malha aérea em Congonhas foi focada no atendimento dos mercados regionais, servindo localidades carentes de serviços aéreos e com total autonomia”, explica José Luiz Felício Filho, presidente da Passaredo.

Com a aquisição do controle acionário da MAP Linhas Aéreas pela Passaredo, anunciado em agosto deste ano, as empresas passam a operar 35 destinos em todas as regiões do Brasil. “Após o início dos voos no aeroporto da capital paulista, nossa projeção para os próximos 12 meses é de 1,5 milhão de passageiros”, disse Eduardo Busch, CEO da Passaredo. Tanto a Passaredo e a MAP fazem parte da ABEAR (Associação Brasileira das Empresas Aéreas).

Voos Macaé x São Paulo

Será operada com aeronaves ATR 72-600, com capacidade para 70 passageiros. Ao todo serão dois voos diárias sentido Macaé x São Paulo/Congonhas (18h25 – 20h05) e São Paulo/Congonhas x Macaé (14h25 – 15h40).

Os voos estão previstos para começar a partir do dia 27/10,  no site da Passaredo as passagens da categoria Basic apresentam os seguintes valores: *

  • Macaé (MEA) x Congonhas São Paulo (CGH) – R$ 404,89
  • Congonhas São Paulo (CGH) x Macaé (MEA)  – 411,95

Você pode consultar clicando AQUI

* Consulta realizada no dia 12/09/2019

Zurich Airport

A Zurich Airport assinou no dia 05 de setembro, o contrato da concessão dos aeroportos de Vitória – Eurico de Aguiar Salles e de Macaé. Ainda será preciso um período de transição, compartilhado com a Infraero, e a expectativa é de que essa fase de transferência operacional ocorra totalmente até a primeira quinzena de janeiro de 2020.

A empresa suíça Zurich Airport Latin America arrematou a concessão dos Aeroportos de Macaé e de Vitória com o lance de R$ 437 milhões, durante o leilão realizado pelo governo federal em março deste ano.

Comentários

comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *