FAZENDA AIRIS – MUSEU DE MOBILIÁRIO

Fazenda Airis, antiga Usina na Estrada Macaé Glicério. O seu nome origina da palmeira airis muito presente na propriedade e em toda região. A antiga usina de açúcar e álcool desativada em 1950, foi comprada pelo empresário Gonçalo e sua esposa, Ângela Meireles Dias, em 1999, e após ser totalmente restaurada foi transformada em Museu de Mobiliário na cidade de Macaé.

A paixão de Ângela Meireles por mobiliário começou com móveis herdados da família Pinho (da Bahia ), a partir dai se apaixonou pelo estilo e começou adquirir peças em antiquários e leilões.

A coleção reúne  peças dos século XIX e XX, entre as peças da Coleção Fazenda Airis, estão cadeiras Luís XV e neorrococó, cristaleiras, oratórios e escrivaninhas e muitos móveis feitos de jacarandá, árvore que hoje está em extinção e teve o corte proibido por lei.

”Os móveis estão em salões com pé-direito de cerca de cinco metros, que têm uma área de três mil metros quadrados. Na entrada, são encontradas mesas, cadeiras, armários, escrivaninhas e cristaleiras, além de um ambiente com jogos, como uma mesa de sinuca de cerca de cem anos e uma mesa de xadrez. Em outro ambiente, estão dispostos berços e camas.” ( LEITE, Renata)

 

 
A coleção a fazenda foi toda catalogada e deu origem ao livro : Coleção Fazenda Airis Macaé/RJ- Mobiliário no Brasil: 1840 – 1960.Com fotografias de Lívio Campos e Luiz Bispo. E projeto editorial de  Ângela Pinho Meirelles Dias, proprietária da fazenda.

 

 

 

VISITAÇÃO:   As visitas à coleção Fazenda Airis devem ser agendadas com Daniele Pereira pelo telefone (22) 2762-2461     ( atendimento telefônico de 8H as 16 h)

 

Fazenda Airis
RJ-168 – Estrada Macaé – Glicério
– MAPA: Clique aqui para ver –

Fotos: Reprodução
Foto em destaque: Rodrigo Reid

Comentários

comentários

4 thoughts on “FAZENDA AIRIS – MUSEU DE MOBILIÁRIO

  1. Pessoal o mais incrível é que a todos que pergunto se conhece ou já ouviu falar do museu de mobiliário em Macaé a resposta é só uma NÃO.
    Vou confessar que eu mesmo não sabia, mas tudo bem estou em Macaé apenas 30 anos rsrsrsrsr

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *